Quais são os desafios enfrentados pelos idosos na sociedade?

Quais são os desafios enfrentados pelos idosos na sociedade?

De acordo com os dados fornecidos pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a expectativa de vida no Brasil subiu para 75,8 anos. Nesse sentido, podemos dizer que o número de idosos na sociedade também aumentou.

Apesar disso, infelizmente os mais velhos ainda enfrentam diversos desafios, os quais precisam ser superados com ajuda dos seus familiares. Com esse apoio, eles se sentirão mais amados e dispostos para encarar os problemas do seu dia a dia.

Se a sua intenção é ajudá-los a superar esses momentos difíceis, separamos neste artigo os principais desafios enfrentados pelos idosos na sociedade para você ficar atento. Acompanhe!

Abandono familiar

Depois que os filhos crescem e conquistam a independência financeira, é normal que eles saiam da casa de seus pais para poder viver sozinhos. No entanto, em alguns casos, o idoso acaba sendo deixado de lado pelos seus familiares, que não vão mais sequer visitá-los.

Existem também as situações em que os idosos são inseridos em casas de repouso, o que não há nenhum problema já que existem instituições que oferecem toda a estrutura necessária para garantir o bem-estar e qualidade de vida dos idosos. Contudo, vale ressaltar que é muito importante que eles recebam visitas de seus familiares constantemente, o que normalmente não acontece.

O abandono familiar é um assunto que precisa ser levado muito a sério, pois, nessa fase da vida, as pessoas tendem a ser mais sensíveis emocionalmente e, por isso, é essencial que você dê a atenção necessária para que ela possa se sentir amada e importante.

Falta de respeito

O respeito é algo que precisa existir para que as pessoas não percam seus limites e não ofendam os outros sempre que bem entenderem. Quando nos referimos aos idosos, essa atenção precisa ser redobrada, tendo em vista que a sociedade atual não tem o costume de respeitá-los como eles merecem.

Nesse momento, precisamos destacar que o respeito vai muito além de apenas não obedecer à pessoa idosa. Na verdade, refere-se a dar atenção ao que ela fala, ter paciência quando começam a reclamar de algo e estar disponível sempre quando eles precisarem de algo importante, como levá-los ao médico, por exemplo.

Os idosos precisam de atenção e a falta de respeito é uma atitude que pode magoá-los e deixá-los tristes, facilitando o desenvolvimento de quadros de depressão, doença que pode prejudicar a sua qualidade de vida.

Perda auditiva

Uma pesquisa realizada pela OMS (Organização Mundial da Saúde) aponta que cerca de 14% dos brasileiros sofrem com problemas auditivos. Dentre eles os que mais têm dificuldades de se adaptar ao aparelho são as pessoas idosas.

A perda auditiva traz vários desafios para os idosos na sociedade, tendo em vista que eles começam a ficar encabulados na hora de se reunir com os amigos, devido às dificuldades para entender o que está sendo dito e, também, por vezes, para ser compreendido. Sem contar na impossibilidade de realizar as atividades de sua rotina, como assistir TV, ouvir música, ir ao cinema, teatro etc.

Para evitar esses transtornos é fundamental que o idoso procure um médico, o qual vai encaminhá-lo a um fonoaudiólogo para fazer a escolha do aparelho auditivo ideal para o seu problema. Com isso, ele conseguirá retomar sua rotina, sem muitas dificuldades.

Instabilidade no equilíbrio

Conforme a idade avança, alguns problemas de saúde costumam aparecer, muitas vezes, em decorrência de uma má alimentação e falta de atividades físicas ao longo da vida. Dentre os desafios mais comuns está a dificuldade de se equilibrar em determinados ambientes, como piso úmido, escadas etc., o que ocasiona quedas e fraturas que podem comprometer a qualidade de vida do idoso.

Por exemplo, se o idoso cai e quebra um osso da perna, ele necessitará de uma cirurgia para solucionar o problema. Se ele tiver osteoporose, a recuperação será muito mais lenta e exigirá mais cuidados especiais.

Levando tudo isso em consideração, é importante que você ofereça uma estrutura adequada para o idoso viver com segurança e diminuir, ao máximo, esses acidentes.

Transporte público

Embora os idosos tenham direito à passagem franqueada, eles ainda enfrentam desafios para utilizar os transportes públicos. Principalmente em cidades grandes, nem sempre o motorista e o cobrador costumam dar a atenção devida aos passageiros da terceira idade, alguns costumam ser grosseiros ao ter que passar alguma informação ou prestar algum tipo de ajuda.

Sem contar com a enorme dificuldade que há em conseguir um banco para sentar. Apesar dos diversos avisos dentro do ônibus, algumas pessoas não respeitam a lei e não cedem o seu lugar para que o idoso possa sentar.

Para solucionar esse tipo de problema, só lhe resta conversar com o idoso e orientá-lo sobre o que ele precisa fazer nesse tipo de situação a fim de evitar futuros transtornos, pois esse tipo de problema vai muito além do seu poder para resolvê-lo completamente.

Falta de interação social

A falta de interação social é um mal que compromete a saúde emocional, tornando-se, talvez, um dos maiores desafios enfrentados pelos idosos na sociedade. Não são todas as pessoas que têm paciência para conversar com os mais velhos, por isso, é importante que eles sejam incluídos nos ambientes em que se sintam bem e à vontade para contar suas histórias.

Uma boa dica é incentivá-lo a participar dos grupos da terceira idade, que normalmente estão presentes em todas as cidades. Nesses locais, eles costumam fazer atividades que trazem a motivação para cuidar melhor de si mesmos. Sem contar que frequentemente participam de bailes, bingos, atividades ao ar livre e muito mais. Isso ajudará o idoso a interagir socialmente e diminuir, em grande escala, os riscos de depressão e ansiedade.

Como você pôde observar, são muitos os desafios que os idosos enfrentam na sociedade, mas apesar disso não há motivos para que eles desistam. Existem muitas atividades que eles podem realizar para se sentir independentes e fortes e, claro, com a sua ajuda, esse processo se tornará muito mais fácil. Sendo assim, não economize no carinho e amor e demonstre como essa pessoa é especial para você todos os dias. Com certeza verá que essa atitude fará toda a diferença.

Gostou do conteúdo e quer ajudar outras pessoas a enfrentar esses desafios? Então compartilhe este artigo nas suas redes sociais!

Compartilhar este Artigo