Conheça os malefícios do uso do fone de ouvido em excesso

Conheça os malefícios do uso do fone de ouvido em excesso

Conheça os malefícios do uso do fone de ouvido em excesso

O uso do fone de ouvido é um comportamento crescente nos dias de hoje. Muitos indivíduos começam o dia ouvindo música pelo celular dentro de ônibus, em estações de metrô ou compartilhando esses acessórios com os amigos.

No entanto, o uso excessivo e sem o cuidado necessário tem causado dificuldades de audição, principalmente naqueles indivíduos que utilizam o fone para escutar música em volume elevado para o ouvido humano.

Pensando nisso, é importante saber quais são os malefícios do uso de fone de ouvido e como isso pode ser evitado, para que o sistema auditivo não sofra lesões e atrapalhe a vida das pessoas.

Quer saber quais são os malefícios do mau uso do fone de ouvido? Então, fique por aqui e conheça-os!

Quais são os principais desconfortos do fone de ouvido

A inserção do fone de ouvido não deve causar desconforto no indivíduo. Aqueles que estão mais desgastados e já perderam a espuma auricular protetora devem ser evitados.

Outros dispositivos pouco recomendados são aqueles menores que se encaixam no canal auricular, pois podem causar irritação local e propiciarem o aparecimento de infecções no local da inserção, dependendo do formato da orelha.

Na tentativa de melhorar essa situação, muitos indivíduos adquirem a versão maior, com glóbulos mais potentes para que a informação sonora chegue limpa e sem ruídos durante sua utilização, porém muitos reclamam do peso do aparelho.

Quais são os malefícios do fone a saúde auditiva?

O fato é que, independentemente do tipo de fone utilizado, além do incômodo relatado pelas pessoas, o volume do som ouvido por meio fone, somado ao tempo diário excessivo utilizando esse aparelho, pode causar danos sérios à saúde auditiva.

Esses danos, que podem ser mais intensos nos indivíduos com sensibilidade auditiva, contribuem também para o desenvolvimento da perda auditiva leve ou de outros tipos de surdez e levar à necessidade do uso de aparelho auditivo para minimizar o problema.

Por isso, é recomendável que o uso do fone de ouvido seja entre o intervalo de 30 a 60 minutos diariamente, pois, acima disso, é possível que a exposição contínua às células auriculares possam causar danos no processamento auditivo.

Também é fundamental que o volume escutado dentro do fone não seja muito alto, para evitar a crescente destruição das células auditivas e ter dificuldades para encontrar um som que seja agradável a todos.

Como evitar os malefícios do uso excessivo do fone?

Já dizia a máxima: “tudo em excesso faz mal!”. Por isso, é recomendável que tanto o uso do fone quanto do volume escutado dentro dele sejam moderados. Para aqueles que não vivem sem esse dispositivo, é possível tentar substituí-lo por outras distrações, como os jogos no celular.

Além disso, é importante fazer consultas periódicas ao otorrinolaringologista quando o indivíduo suspeitar de problemas advindos do uso excessivo do fone de ouvido, tais como a dificuldade para ouvir e interagir com as pessoas no mesmo tom de voz que elas estão usando.

Outro ponto fundamental nessa questão é manter os fones sempre limpos e higienizados, evitar o compartilhamento desse dispositivo com outras pessoas e adquirir aqueles recomendados por especialistas devido ao conforto.

Como utilizar adequadamente o fone de ouvido?

A lesão auditiva pode ocorrer com o uso excessivo do fone de ouvido. Por isso, além dos cuidados em relação ao volume dentro do dispositivo, é imprescindível mantê-los em bom estado de conservação.

Além do mais, com a venda crescente por celulares de última geração, é comum a grande utilização desse acessório. No entanto, conforme dados da Organização Mundial de Saúde, é possível que aproximadamente 10% da população mundial já tenha dano auditivo.

Sendo assim, um das recomendações é guardar o fone de ouvido em local seco, para não absorver umidade e danificar suas estruturas, de preferência em caixas bem-acondicionadas para essa finalidade.

Quando for utilizar o fone do tipo auricular, principalmente para os esportistas que precisam de movimento, é aconselhável não introduzir demais na cavidade auditiva para não lesar suas estruturas.

Para aqueles que preferem um maior isolamento do som, são indicados os fones intra-articulares. Nesse caso, é fundamental verificar se a borracha de silicone ainda está intacta e utilizá-los somente em ambientes mais calmos.

Para os fones supra-auriculares, ou seja, aqueles que ficam em cima da orelha, é interessante observar se as partes não estão perfuradas, o que pode comprometer a escuta do som proveniente do aparelho.

Como manter a saúde auditiva com o uso do fone?

Agora que você já sabe que o uso excessivo do fone de ouvido pode causar problemas auditivos devido à intensidade e exposição frequente do som, além do desconforto causado pela inserção desses acessórios, mostraremos que existe um caminho de cuidados preventivos.

Por isso, para quem gosta de começar o dia escutando notícias, podcasts, músicas etc., é importante escolher o fone de ouvido que mais se encaixa ao perfil de uso, adequando com as atividades cotidianas.

Lembre-se de que o volume proveniente do aparelho deve estar na metade do ponto máximo, o que equivale a aproximadamente 60 decibéis. Em situações esporádicas, é possível ouvir em um volume mais elevado, porém o tempo não pode ultrapassar 7 minutos.

Se o indivíduo já tiver dificuldades para baixar o volume do som proveniente do fone de ouvido, é importante procurar ajuda médica e tentar diminuir gradativamente até chegar a um volume mínimo.

Caso o indivíduo precise ficar atento à informação advinda do fone de ouvido, como no caso de estudos para concursos, recomenda-se que não utilize esses acessórios em locais barulhentos, pois fatalmente será necessário aumentar o volume.

Outro ponto fundamental é não dormir com os fones de ouvido, por causa do tempo de exposição ao som e porque esse hábito pode danificar o aparelho e diminuir a funcionalidade dele em longo prazo.

O uso do fone de ouvido pode causar malefícios em situações abusivas, tais como:  manter tempo superior ao recomendado, aumentar o volume em ambientes muito barulhentos, utilizar durante o sono etc. E nesses casos, a lesão auditiva pode se desenvolver. Todavia, se for utilizado com os devidos cuidados tanto pela boa audição quanto pela durabilidade do aparelho, é possível desfrutar de bons sons para relaxar nos momentos de tensão.

Agora que já entendeu tudo sobre uso correto dos fones de ouvido, não deixe de nos seguir no Facebook e Youtube e ficar por dentro de assuntos sobre este tema!

Compartilhar este Artigo